Reflection: Lágrimas


Na minha triste e involuntária rotina de mergulhar em um livro antes de dormir eu comecei a chorar, não entendia o motivo, tentava encontrar uma conclusão por estar derretida em lágrimas, buscava enlouquecidamente uma maneira para não derramar mais lágrimas, mas elas saiam sem pedir permissão.
Estava na página trezentos do livro onde o personagem principal era um escritor que estava se relutando para saber o que havia de errado na sua vida, tão mesquinha, normal, sem-graça. Talvez fosse esse o problema, não saber o há de errado.
As lágrimas foram descendo de meus olhos e morrendo em minha boca, percorrendo a minha face, as minhas mãos inconsequentemente levadas até elas fazendo companhia e tentando consola-las, mas era inútil.
A minha cabeça mergulhou no travesseiro de um lençol macio e limpo, com medo que alguém descobrisse a minha fraqueza desliguei a luz e o escuro me envolveu, o livro foi solto na escrivaninha. O sono veio e salvou-me. Meus olhos se fecharam lentamente até que um novo dia amanheceu.

Comentários

  1. que lindo texto! Reflete tudo que eu senti na noite passada :/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas